Sal e Flor de Sal
Castro Marim

Neste recanto do sotavento algarvio, onde o rio Guadiana se encontra com o Oceano Atlântico, as salinas artesanais de Castro Marim, inseridas na Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de santo António, estendem-se por mais de 300 hectares, numa teia de canais e espelhos de água salgada, aproveitando as excecionais condições naturais desta zona do Algarve.

Visitar as salinas tradicionais é uma excelente oportunidade para descobrir os saberes tradicionais utilizados durante séculos na extração do sal, numa simbiose perfeita entre o trabalho do homem e a vontade da natureza. A sabedoria do incansável salineiro, que conserva a arte e os instrumentos tradicionais, oferece-nos dois produtos de qualidade superior, perfeitamente enraizados na população castromarinense: o Sal e a Flor de Sal, ex-líbris de Castro Marim

O Sal de Castro Marim, cuidadosamente recolhido à mão segundo métodos tradicionais, resulta da conjugação harmoniosa das marés, do sol e do vento. Não é sujeito a nenhum tipo de tratamento posterior, apresentando-se naturalmente brando e brilhante, pelo que constitui um produto alimentar inteiramente natural.

O sal tradicional conserva todas as riquezas naturais do mar e do oceano ao cristalizar, de forma natural, sob ação do sol e do vento, enriquecendo os cristais de sal com elementos minerais, úteis e necessários à saúde.

A Flor de Sal forma-se à tona da água, como uma película de finos cristais de sal que se mantêm em suspensão recolhidos diariamente com o rodo coador, cuidadosamente, para não afundarem.

A Flor de Sal é indicada para usos culinários, no final da confeção dos alimentos ou em saladas. É um Ingrediente que ativa o sabor natural dos alimentos, ideal para grelhados de peixe, carne e caça.

A qualidade destes produtos tradicionais é reconhecida mundialmente pelo paladar rico e sublime que atribui aos alimentos e pelas vantagens que possuem em relação ao sal industrial.

OUTROS PRODUTOS ENDÓGENOS